quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Nascimento

Não me canso, não me acostumo.
Cada vez em que me sinto inspirado, é como se fosse a primeira vez.
Quando “vejo” as palavras vindo a minha mente, a melodia escorregando entre os dedos, as notas fluindo magicamente, é único!
E então, começo a viver o sentimento mais precioso de minha vida. Ver minha canção nascendo, tomando forma, criando vida. Sorrio feito criança, enquanto canto as frases que acabara de criar. São poucos os  minutos... e é daí que vem as melhores canções!
Uso de minha imaginação, e imagino minhas músicas como pessoas... Como é o seu jeito de olhar, de rir, sua aparência... É uma forma de tornar aquilo ainda mais único.
Hoje minhas palavras são breves... quero apenas registrar pela primeira vez neste espaço, o quão feliz me sinto, ao nascer de uma nova Canção.
Vale ressaltar que, dias atrás, inspirado em uma vivência, escrevi o post “Herança”. A música que nasceu hoje, tem o mesmo nome, e é fruto da mesma vivência! Fico extremamente Feliz vendo que, pela primeira vez, todas as pessoas que acompanham meu trabalho puderam estar “perto” enquanto nascia esta canção. Foi á poucas horas atrás, mais precisamente ás 21hrs01 min, que nasceu de mim “Herança”.
Portanto, quando ouvirem esta canção tocando em algum lugar, lembrem-se de quando ela surgiu!
Encerro com minha frase que abriu minha participação ontem no VIII Festival de Música “Henrique da Silva Fontes”, onde me apresentei, e por decisão dos jurados rs, levei o segundo lugar.

"Viver da música, e que a música viva em nós."

Abraços, Sucesso e Luz!

Cláudio Rizzih.

4 comentários:

Leonardo Távora disse...

Cada novidade que brota de nós, de nossa criatividade, deve ser paparicada, com alegria. Pois o proprio ser humano nada seria se não tivesse a capacidade de criar, e com isso, mudar sua propria realidade e, por vezes, mudar a de muitas outras pessoas que param para ver o que ele tem a dizer.

Digo aqui, sem medo de errar, que Claudio tem uma capacidade impar de criar, e com isso emocionar platéias, por uma razão muito simples. Ele é feito de sentimento, e ama sem igual o que faz. Isso, aliado ao talento com o qual ja nascemos, faz com que sejamos mais felizes e mais realizados.

Parabéns pela nova música!!

Nara D. disse...

Oi!
Você visitou meu blog, o Em Revisão, faz alguns dias...
Amei sua visita! É bem vindo de volta! hahaha
Meu contato eh nara_dias@yahoo.com.br
Pode escrever quando quiser!

E parabéns pelo Festival de Música!
Gostaria de ouvir a música algum dia^^

Andresa Alvez disse...

Quando um pintor faz um novo quadro, ele sente o mesmo que você sente. Quando arquiteto termina uma casa, ele sente essa mesma sensação. Quando uma pessoa nasce para fazer determinada coisa, quando ela nasce com um dom, é exatamente isso que ela sente. É como se isso fosse a confirmação de Deus dizendo 'Você nasceu pra isso!' E para eu, não restam duvidas que você nasceu para VIVER de música!
Ótimo texto, adorei!

Su M. disse...

É assim que eu me sinto quando escrevo. Exatamente assim. Mas as vezes eu não sorrio como criança, pois na maioria das vezes não escrevo coisas alegres/ rs. Mas o alívio, de concretizar algo que te "perturbava" a mente é o mesmo.

Mal posso esperar para ouví-la.

"POR DECISÃO DOS JURADOS" HUNF.
Só por eles, pois caso contrário o público teria sido mais justo. /rs
Parabéns amor.

Postar um comentário