sábado, 9 de julho de 2011

Aviário

Palavras em bando, para o quase Amor
De uma vida de talvez
(Ou mesmo de nuncas)
Para uso de ninho.
(Coma-me inteiro
E deixa no estômago.
Ou expulsa cloaca á fora.
Mas, come).

Eu quis voar e posar nos teus ramos
Mas tu tinhas contigo a peste no teu aviário.
Lacrou-me as patas, e me deixou pelado,
De vontade de pelado.

Achei que tivéssemos casado alí mesmo.
Mas não casamos porque...
Porque?!
Porque... porque... porque
Infernos de porquês.

Porque não tinha padre, pronto.
Por isso.

E se quer saber,
Acho melhor que nem te lembres.
Pois vale mais a preciosidade do esterco
Do que estas palavras desconexas.
Ficas lindo ao lado do teu pássaro.
Continues, pois.


Claudio Rizzih

5 comentários:

Leonardo Távora disse...

Como é bom sempre vir a esta casa para ler a tua poesia profunda. Tens sempre analogias muito interessantes, e que não podem ser lidas no cru da superficialidade. Suas palavras precisam entrar em nós e serem percebidas pela alma. Só assim se pode decifrar as tuas mensagens.

É preciso sentir! Parabéns.

Andresa Alvez disse...

Ás vezes, certas coisas nos impedem de voar. O medo, ou até mesmo a vontade extrema. Tomamos cautela e mudamos o rumo para que o pior não aconteça.
É melhor ter as nossas penas do que ficar para sempre sem elas e preso pelas patas.
Deixa a culpa no padre. E deixa o pássaro com o dono.
Muda o rumo, logo a gente encontra outro aviário.

Sem palavras é pouco. Isso porque foi "simplezinho" né Amor? tsc tsc!
Te Amo, Demais! ♥

Brasileirinho disse...

.......

Sou o Brasileirinho ;]

Olá ...

POis é meu amigo , palavras em bando , para uma vida de talvez , de quase .......

quase aqui , quase alí .... pois é ...

Muitas vezes as aves vem com a peste mesmo e dessas digo , se afaste , se não tiver uma potente vacina ... se afaste ...

os porquês podem te fazer entrar em estado de inferno ! cuidado !

As vzes nos enganamos com quem deveria ser , pois não é ... temos que tomar cuidado antes de entrar num coração , para não machucar ele , nem nos machucar ...

Mas e mentira não temos que ter cuidado SEJA MTO LOCO , arrisque , se abre pras oportunidades que aparecerem , não fique velho demais nem chato demais !


Uma crítica cuidado com o "estejas" "fales" , etc .......... Você não é portugays , mon ami :]

Viva o Brasil !


Linda poesia ....




http://verde-amarelo.blogspot.com

Phil Rocha disse...

Ao Brasileirinho: ele não é português, mas é catarinense e aqui se fala assim. ^^,

Ao Claudio... Pronto. Era isso. Não precisa mais.

Anônimo disse...

Que esses pássaros nada antropofágicos se empapussem com alpiste!

Postar um comentário