segunda-feira, 2 de maio de 2011

Dezenove Invernos.

Intensos, revoltos, poéticos, bucólicos. O cinza lá fora, e as cores em nós. Vibrantes. Multicores.


Saravá, Amantes! Muito Obrigado por tudo! Pelas palavras, e preces, e lágrimas, e calor e novembros.
Eu os Amo.
Sem mais.
Quanto as formalidades...
Ao Deus Pai, à majestade e aos governadores do meu reino, aos protagonistas da minha comédia e tragédia constante, ao Grande Amor da Vida, aos tripulantes.
Lhes dedico a razão do movimento matinal das pálpebras destes anos todos, e os meus obrigados milhares por me encher os pulmões de ar.
Deixo minha palavra aqui, na promessa de esboçar palavras melhores numa outra ocasião, que alcance numa forma mais precisa o quanto sou grato á estas criaturas. 

Da sorte, não sei.
Mas Oxalá que haja Amor, Vida e CORAGEM, para que eu possa chegar aos cem.
E que vocês ainda estejam comigo! De forma ou de outra.


Muitas Felicidades em muitos anos de Vida.
Eu sobrevivi!

AMEMOS.
Claudio Rizzih.

2 comentários:

Andresa Alvez disse...

Nós é que devemos agradecer! Pelas palavras que deixas aqui vez ou outra, mas que sempre trazem a nós um sentimento bom, seja ele esboço em lágrimas ou sorrisos.
Amor, é isso que a tua vida nos ensina, e é isso que todos nós queremos. É isso que tu trás a todos que te cercam, e é isso que trouxeste a mim.
Sorte vem com o tempo, e nem precisamos tanto dela, afinal, temos tudo que queremos.
Eu tenho vocÊ, e isso basta.

Eu te Amo ♥

Leonardo Távora disse...

A vida tem dessas coisas... É uma intensidade de sentimentos que voltam e revoltam dentro de nós, tomando conta de nossas existências... mais um ano chegou, e tenho o prazer imenso de fazer parte dessa sua caminhada, não pq te apoio, mas pq consigo enxergar que tudo será brilho, pois vc não só acredita no seu talento, mas persegue os seus sonhos, quebrando barreiras e fazendo sua história... e que história, que tantos capítulos ainda terá, da qual tantos versos ainda sairão.

Dizer parabéns é cliché...
Falar "conte comigo" não é diferente...
mas são as duas coisas que não cansam de sair de minha boca toda vez q vejo novos personagens nascerem, novas músicas para cantarmos.

Desejo felicidades do tamanho do mundo...
E que tudo isso se repita muitas vezes no futuro!!!

Postar um comentário